Acelere o metabolismo para emagrecer e perder medidas

Boa parte das mulheres que pertence ao grupo das eternas guerreiras contra a balança já culpou ao menos uma vez, o metabolismo “lento demais” pela dificuldade de emagrecer. De fato, algumas pessoas queimam calorias em um ritmo mais rápido do que outras. A boa notícia é que, com alguns ajustes no seu estilo de vida, é possível trocar a marcha e aumentar essa velocidade. Assim, será mais fácil queimar calorias e manter a boa forma. “É preciso procurar oportunidades para estar sempre na ativa”, recomendam as nutricionistas americanas Lyssie Lakatos e Tammy Lakatos Shames, autoras do livro “Acelere seu metabolismo – Nove Princípios Comprovados para Queimar Gorduras e Perder Peso para Sempre” (Editora Best Seller), lançado em Novembro de 2005.

O metabolismo é um conjunto de mecanismos químicos que produz energia suficiente para manter o corpo funcionando. Do total de energia gasto por uma pessoa em um dia, entre 65% e 70% são usados apenas nas funções vitais, como respirar, bater o coração, manter a temperatura corporal, etc. É o chamado metabolismo basal. “Há indivíduos que, por questões genéticas, disfunções hormonais e outras doenças, podem ter um gasto maior ou menor para a mesma função.”, explica Sandra Villares, endocrinologista do Hospital Edmundo Vasconcelos e chefe do Ambulatório de Obesidade Infantil do Hospital das Clínicas de São Paulo. É por isso que existem pessoas magras, que comem de tudo e não engordam de jeito nenhum. Segundo Sandra, de 10% a 12% do consumo de energia total são utilizados no gasto termogênico dos alimentos – ou seja, é a cota que o corpo precisa para processar o que se come, das mastigação até a absorção pelo organismo. Para o endocrinologista e nutrólogo João César Castro, esse dado justifica a tese defendida por muitos especialistas de que a dieta fracionada (comer de cinco a seis pequenas refeições por dia) é mais indicada para quem quer emagrecer. “O organismo terá de trabalhar mais vezes para processar um maior número de refeições. Os lutadores de sumô, que precisam ser gordos por exemplo, comem apenas uma vez ao dia”, afirma ele.

Para perder peso, não dá para ficar parada

Na conta geral do gasto metabólico, praticar exercícios pode fazer toda a diferença: ao exigir mais do corpo, a atividade física em feral pode responder por até 40% do gasto diário de energia. “Se o objetivo é aumentar a queima de gordura excedente, devem-se fazer exercícios aeróbicos no mínimo três vezes por semana”, diz Reginaldo Ghilardi, coordenador de musculação da academia Competition, de São Paulo, “Mas são os músculos os grandes responsáveis pela aceleração do metabolismo. Por isso é preciso acrescentar um treino de musculação na mesma frequência.”

Mas saiba que quando se fala em atividade física não se considera apenas o que se faz na academia. Para dar conta de qualquer tipo de movimentação, o corpo precisa consumir energia. Portanto, no dia-a-dia, vale caminhar mais, subir mais escadas, ver TV sentada em vez de deitada, ficar algumas vezes em pé em vez de sentar. Não se deve desperdiçar nenhuma chance de se mexer.

Hábitos que fazem a diferença para acelerar o metabolismo e ajudar a emagrecer

  • Ficar em pé durante dez minutos em um momento do dia em que você normalmente estaria sentada vai evitar que ganhe um quilo em um ano;
  • Se caminhar quatro quarteirões para chegar ao seu trabalho todos os dias, você vai perder um quilo ao final de um ano;
  • Subir dois lances de escada em vez de pegar o elevador evita ganhar um quilo a mais em um ano;
  • Descarregar os sacos do supermercado um a um é uma ótima pedia, pois cada viagem até o carro queima mais algumas calorias. E sacos pesados representam um benefício a mais: quanto maior a carga, mais calorias são queimadas;
  • Quando precisar ir ao banheiro no trabalho, use as escadas e vá no andar de baixo – e aumente assim seu gasto diário;
  • Sente-se eretamente no sofá em vez de deitar-se para ler ou ver TV. Fazer isso duas horas por dia equivale à perda de um quilo e meio durante um ano.

Mas ainda há outros truques que, se forem incorporados aos seus hábitos cotidianos, ajudam a acelerar o metabolismo. Por exemplo, nunca adote “dietas” de fome”, pois uma das funções do metabolismo é proteger o corpo de longos períodos sem alimento. “Quando ele deixa de receber alimento, diminui o ritmo para poupar as reservas”, explica a médica Sandra.

Emagreça com uma dieta balanceada e água

As refeições devem ser sempre balanceadas, contendo os três grupos alimentares. “O carboidrato fornece energia para o corpo e queima a gordura”, explica Cyntia Antonaccio, nutricionista da Equilibrium Consultoria em Nutrição e Bem-Estar. “E, para cumprir sua função no organismo (basicamente criar anticorpos e fornecer músculos), a proteína precisa da presença do carboidrato.” Deve-se dar preferência aos alimentos “de melhor qualidade”, como os ricos em fibras. Mais: “Há pesquisas que apontam o chá-verde como um bom acelerador do metabolismo. Por aumentar a temperatura do corpo, o gengibre, e a pimenta também podem colaborar.”

Outras dicas são ter oito horas de sono de qualidade e beber muita água – organismo hidratado garante o bom funcionamento dos órgãos.

Além disso, a água ajuda a eliminar as toxinas e tudo aquilo que o metabolismo queimou.

diz João Cesar Castro.